quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Alunos da UniverCidade e da UGF podem solicitar por e-mail documentação

Informação atualizada em 23/01/2014, às 21h51

Imagem: Fabiana Balbino / Cedida ao OPINÓLOGO
Entrada da Rua Almirante Sadock de Sá

Estudantes do Centro Universitário da Cidade (UniverCidade) e da Universidade Gama Filho (UGF), no Rio de Janeiro, podem solicitar por e-mail a documentação. Para o primeiro, no seguinte endereço: contatoacademico@univercidade.br. Para a segunda: reitoria@ugf.br. No pedido deverá constar o nome completo, matrícula, telefone e motivo da solicitação.

Desde que ambas instituições de ensino superior (IES) foram descredenciadas, no último dia 14 deste mês, alunos e ex-alunos têm procurado constantemente suas unidades para solicitar documentos para a transferência, histórico, diploma de conclusão de curso, entre outros. Esse, por exemplo, é o caso de Fabiana Balbino, formada em Jornalismo pela UniverCidade há aproximadamente um ano, que se dirigiu até o campus de Ipanema ontem (22/1), por volta das 10h da manhã, para solicitar o diploma, mas encontrou prédios vazios e trancados (fotos 1, 2 e 4), os três: A, B e C, tanto na entrada da Avenida Epitácio Pessoa quanto da Rua Almirante Sadock de Sá. O clima era de abandono. Apenas o primeiro edifício tinha um vigilante para tentar garantir que supostos moradores de rua e/ou 'cracudos' não invadissem o local. Recentemente, OPINÓLOGO já tinha relatado o fato de um suposto morador de rua estar dormindo no prédio A.

Imagem: Fabiana Balbino / Cedida ao OPINÓLOGO
Entrada da Avenida Epitácio Pessoa, também prédio B

Já outro ex-aluno do centro universitário – que prefere não ser identificado – teve um pouco mais de sorte: resolveu ir até o campus da Gonçalves Dias, no Centro, nesta quinta-feira (23) e conseguiu ser atendido. No entanto, seu diploma ainda não ficou pronto. Encerrou o curso há aproximadamente um ano também.

Imagem: Aluno / Cedida ao OPINÓLOGO
Um caso à parte é o de outro estudante da UniverCidade – que também pediu que o nome não fosse revelado –, que tentou solicitar a transferência pelo site da IES, mas teria que pagar R$ 5 por cada disciplina já cursada (foto 3).

Uma liminar do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), em atendimento à Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (DPE), determina que o grupo Galileo Educacional – mantenedor das duas IES – deverá colocar em até 10 dias postos de atendimento físico e eletrônico para o fornecimento de documentos e/ou informações. E em até cinco dias úteis, as duas instituições deveriam informar o local e o quantitativo de pessoas para o atendimento. O descumprimento poderá acarretar em multa de R$ 500 por cada caso.

Medida parecida também foi adotada pelo Procon/RJ, que estipulou o prazo de 10 dias para a entrega da documentação e o de 48 horas para o grupo gestor explicar como iria cumprir a demanda.

Imagem: Fabiana Balbino / Cedida ao OPINÓLOGO
Cadeado trancado na unidade Ipanema

Nessa quarta-feira (22), a Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) – vinculada ao Ministério da Educação (MEC) – publicou no Diário Oficial da União (DOU) uma portaria, estabelecendo o prazo de 10 dias, a contar do dia 14 último, a indicação dos locais de funcionamento para a entrega da documentação.

Sobre o edital de transferência assistida

Discentes das duas IES aguardam o edital sobre a Política de Transferência Assistida, cuja publicação foi prometida para hoje ainda (23), em edição extra no DOU, pelo MEC. No texto deverá constar todas as regras para que IES concorrentes possam participar do processo para acolher os cerca de 10 mil alunos da Gama Filho e da UniverCidade.

Audiência dos funcionários administrativos

No próximo dia 12 de fevereiro, haverá uma audiência na Justiça Trabalhista para discutir dívidas trabalhistas dos funcionários administrativos da UniverCidade e da Gama Filho que estão na ativa, tais como: pagamentos atrasados, 13° salário e vale-transporte. Em nota, o sindicato da categoria (Saaerj) ressaltou que o descredenciamento das duas IES não significa o rompimento do contrato de trabalho. “A lei trabalhista existe justamente para garantir nossos direitos, independentemente de descredenciamento, falência ou fechamento de instituições”, completou.

Reações:

6 comentário(s) :

Anônimo disse...

Quero ver entregar os documentos solicitados. Pra mim isso é uma jogada pra imprensa e pra própria justiça "olha estamos cumprindo".

Ainda por cima me ligam cobrando mensalidade de um semestre q nem foi cumprido, é mole?

Rafael Fortes disse...

Acabei de Mandar um e-mail, vamos ver quanto tempo vai demorar para eu poder receber meu diploma e meu histórico.

Anônimo disse...

O Setor Financeiro Não Fica De Greve. Rs. Ja Mandei DoS Emails Pedindo Meu Histórico E Diploma.. Eles Nem A Merda Me Mandaram..

Ana disse...

Me formei em 2011 e nunca me deram se quer uma declaração. E agora de que vai adiantar se eles, por acaso, me entregarem meu diploma? Não vai valer de nada mesmo. Quero é todo meu dinheiro de volta isso sim!

Anônimo disse...

Estou precisando do meu histórico Financeiro, pois sou bolsista e tenho que apresentar na outra Faculdade, porém não consigo acessar o site da UniverCidade, nem o contatoacademico. O que devo fazer?

Anônimo disse...

sequer um contato com alguém que me indique o caminho para receber meu diploma...estou perdida nessa história prestes a ser convocada para um concurso público .

Postar um comentário

Sua opinião será publicada, logo que aprovada, conforme Política de Uso do site.

O OPINÓLOGO agradece o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes
Real Time Web Analytics